5 de jan de 1984

Saudosismos desmedidos de minha vida

Tenho saudades de minha vida
Ah, se pudesse voltar a vivê-la
Como gostaria de ter de volta aquelas tardes
Tardes sem fim de aventuras no velho oeste

Tenho saudades de minha ivda
Ah, se pudesse curtí-la novamente
Como eram boas aquelas histórias que ouvia
Singelas aventuras fantásticas e inesquecíveis

Tenho saudades de minha vida
Ah, se tivesse outra oportunidade
Gostaria de novamente dar aquelas gargalhadas
Simplesmente viver, sem me preocupar com nada

Mas a vida já se foi
E não vai voltar jamais
Eu agora renasci
Como um reles capataz